terça-feira, 25 de janeiro de 2011

A equação da treta da autoria de um impostor


O golpe publicitário mais deprimente do ano
A fórmula que supostamente determina que ontem, 24 de Janeiro, terá sido o dia mais deprimente do ano 2011 não tem, afinal, nada de científico.
A dita “fórmula” foi oportunamente “inventada”, em 2005, por Cliff Arnall, na altura docente da Universidade de Cardiff, para uma campanha publicitária de uma agência de viagens entretanto encerrada, a Sky Travel. A ideia, da autoria de uma agência de marketing, a Potter Novelli, era que um “cientista” desse o seu aval (mediante pagamento) à dita fórmula para fazer aumentar a venda de viagens para paragens menos deprimentes.
PÚBLICO
***
É uma pena desperdiçar-se este prodigioso cérebro, que nos orienta o destino, harmonizando o calendário pelos nossos humores ou os nossos humores pelo calendário, através de uma equação da treta.
Não me admiraria nada se a SIC ou a TVI o viessem a contratar para animar a festa dos programas das manhãs, onde já começam a faltar palhaços.
Por certo, também o primeiro ministro não desperdiçaria a oportunidade de o convidar para seu assessor, com a única função de ele o aconselhar sobre os melhores dias da semana para anunciar as piores notícias para o país. E isto, para não falar da Igreja Católica Apostólica Romana, que anda há vários séculos apostada em descobrir uma equação da treta, que explique os milagres.
A mim, a equação da treta dava-me jeito para escolher a semana mais favorável para jogar no euromilhões.
http://publico.pt/Ciências/o-golpe-publicitario-mais-deprimente-do-ano_1477075

Sem comentários: