segunda-feira, 30 de maio de 2011

Passos Coelho não quer “tragédia grega” em Portugal


O presidente do PSD dramatizou hoje o discurso por causa da Grécia, para dizer que não quer para Portugal “a tragédia” que está a acontecer naquele país por não ter conseguido cumprir o acordo com a troika da União Europeia, BCE e FMI.
PÚBLICO
***
Que Portugal já é uma tragédia grega, e que irá ter um final trágico, nada épico, já é universalmente admitido. Falta só saber se também irá ser uma comédia. Com os actores da camarilha de Passos Coelho no governo,  até poderá vir a ser um circo de feira. Palhaços e macacos não faltarão. Eu levarei os amendoins.

Sem comentários: