segunda-feira, 23 de maio de 2011

GNR promoveu 40 coronéis para travar mal-estar contra generais


A Guarda Nacional Republicana promoveu, no início deste ano, 40 novos coronéis, aumentando assim o número de oficiais desta patente para cerca de uma centena. Tratou-se de uma medida de excepção no âmbito do que o Governo decidiu para a função pública, mas que, dentro da própria instituição provocou contestação, uma vez que se mantêm em suspenso as promoções para cerca de 10 mil guardas. Estas promoções serviram, por outro lado, para tentar travar a insatisfação dos oficiais de carreira por não chegarem aos lugares máximos da hierarquia, entregues a 11 generais oriundos do Exército.
PÚBLICO
***
Pelos vistos, o programa das Novas Oportunidades está a fazer carreira na GNR. Os cabos e os soldados é que não souberam aproveitá-lo.

Sem comentários: