sexta-feira, 6 de maio de 2011

Investigadores japoneses inventam máquina para beijos via Internet

Fotografia do PÚBLICO
Quem mantém relações à distância, tem frequentemente de se contentar com o e-mail ou as videochamadas por Skype. Mas uma equipa de investigadores japoneses criou uma máquina para dar beijos à distância.
Para além destes beijo em tempo real, a máquina pode também registar um beijo (ou seja, armazenar as movimentações da língua) e reproduzi-lo mais tarde. Isto permite não apenas matar saudades mesmo quando a cara-metade não está online, como até criar um modelo de negócio, notaram os cientistas responsáveis. Uma celebridade, por exemplo, poderia registar o seu beijo e vendê-lo.
PÚBLICO
***
A saliva vem numa caixinha, à parte.
Como sou tímido, não registo o meu beijo nem o ponho à venda.

1 comentário:

Maria José Meireles disse...

Estou certa de que estudos de mercado bem apurados justificam semelhante investigação!...