terça-feira, 8 de Fevereiro de 2011

A trabalheira que o quilograma está a dar!...


O quilo está com problemas de peso
Ao contrário do que acontece com tantos de nós, o quilo está a perder peso com a idade. Não é coisa que afecte a vida do dia-a-dia, mas os cientistas procuram agora uma forma de encontrar uma unidade de massa que seja o mais estável possível perante a passagem do tempo.
Parece evidente, mas deu muito trabalho. O mundo funciona com unidades de medida padronizadas e, de tão habituados que estamos a elas, até nos esquecemos que não são entidades absolutas. Na verdade, para que um metro ou um segundo queiram dizer o mesmo em Portugal ou na Nova Zelândia, foi preciso padronizá-los. Não é um mundo fácil, este da metrologia, principalmente quando se descobre que, como acontece actualmente, uma dessas medidas está a ficar "fora de prazo". E é o que se passa com o quilograma.O quilograma tem como protótipo internacional um cilindro de platina e irídio de 39mm de altura e outro tanto de diâmetro, que se mostrou mais "leve" nas últimas pesagens - ou seja, perdeu massa durante os seus122 anos de existência. Trata-se de um valor residual - cerca de 0,00005 gramas, sensivelmente o peso de um grão de areia. Dos pequenos.
A constante de Planck exprime-se na fórmula 6.626 06X x10-34 joules por segundo (e o "X" maiúsculo corresponde ainda ao grau de incerteza que os estudos actuais tentam superar), e a constante de Avogadro, através da fórmula NA é 6.022 14X x1023 mol-1 e também aqui há ainda um "X" para aperfeiçoar. Por enquanto, as duas constantes (a primeira estabelece as bases da física quântica, enquanto a segunda permite calcular o número de átomos de um gás em função do seu volume), quando aplicadas ao quilograma, são discrepantes em 0,00000017g.
PÚBLICO
***
Redefinição do quilograma
O Sistema Internacional de Unidades (SI) é o sistema de unidades de medida mais usado do mundo, para o comércio e ciência. Apresenta sete unidades base (metro, quilograma, segundo, ampère, kelvin, mol candela), a partir das quais todas as outras unidades são derivadas. O objectivo final é que todas as unidades base devem ser estáveis ao longo do tempo e universalmente acessíveis, o que não acontece com o quilograma, que é a única unidade de base ainda definida por um objeto fabricado, um protótipo internacional mantido no BIPM, em França desde 1889. Medições efectuadas nos últimos cem anos indicam que a massa do protótipo internacional pode ter mudado em cerca de 50 mg, a massa um pequeno grão de areia 0,4 milímetros de diâmetro. Os cientistas estão realizando experiências para que a definição do quilograma possa ser baseada, em breve, no valor numérico fixo de uma constante fundamental. Foi seleccionada a constante de Plank, a constante fundamental da física quântica. Tal como em redefinições anteriores no SI, será mantida a continuidade e o tamanho da nova unidade será o mesmo que no presente, um quilo!
Recursos Educativos
***
Bem me parecia que andava a ser enganado, o que me levava a dizer que as balanças eram umas grandes mentirosas!
O melhor será entregar o assunto ao engenheiro Sócrates. Ele mete a constante de Planck e a constante de Avogadro no computador Magalhães e, através do SIMPLEX, cria o cartão de cidadão para o quilograma. Se isto não resultar, aplica-lhe um PEC. A fórmula será designada por constante sócretina.
http://www.publico.pt/Sociedade/o-quilo-esta-com-problemas-de-peso_1478964?p=1
http://actividadesonline.blogspot.com/2011/01/redefinicao-do-quilograma.html

2 comentários:

Joao Mota disse...

Qual o som produzido por um electrão a colidir com uma placa de metal?





Planck!

Graza disse...

Ó Alexandre, só você podia acabar um artigo destes com Sócrates! :)))))