quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Pé na Terra: Um grupo que se dedica à música tradicional Portuguesa

Pé na Terra - Vídeo promocional 2010 *

Ontem, fui ver e ouvir a Cristina Castro, vocalista do Pé na Terra, ao auditório do Museu do Oriente, onde foi apresentado o segundo CD deste grupo. Um prémio obtido num festival internacional de música tradicional, em Itália, garante já a sua qualidade artística.
A Cristina é minha prima e foi com muita emoção que a reencontrei, agora no seu novo papel de cantora profissional (ela também toca acordeão), depois de quinze anos sem a ver. E a emoção redrobou de intensidade, quando a ouvi cantar o poema "Escadas de Luar", do meu avô paterno, João de Castro (seu bisavô), cuja obra poética começarei brevemente a publicar no Alpendre da Lua.
Além da voz melódica e vibrante da Cristina, o grupo é composto por músicos excelentes, de grande polivalência, o que lhe permite ganhar diferenciadas ressonâncias musicais, a encher vibrantemente o palco, e que galvanizaram a assistência que acorreu ao Museu do Oriente, acompanhando com palmas o ritmo das músicas apresentadas. Não faltou o som encantador da gaita de foles, esse instrumento mítico do folclore do norte de Portugal, cuja sonoridade, eu, na minha meninice, aprendi a gostar, de tanto ouvir tocar a gaita de foles aos Zés Pereiras de Carrazeda de Ansiães, que a introduziram, de uma forma inovadora, na sua panóplia instrumental (os tradicionais Zés Pereiras, tão populares nos arraiais e romarias do norte de Portugal, apenas utilizam os gigantescos bombos, com que atroam os ares, e os célebres gigantones, de expressão mímica carnavalesca).
Valeu a pena, ver e ouvir a Cristina e o seu grupo musical, no moderno auditório do Museu do Oriente, um edifício de grande dignidade estilística e com uma arrojada arquitectura a enriquecer a beleza da beira-rio.
* O novo CD intitula-se: 13 - Pé na Terra

1 comentário:

Cristina Castro disse...

Obrigada primo, pelo comentário e pelo sentimento com que escreve estas palavras!
Até breve...com um grande abraço!