segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Governo nega "qualquer incapacidade de controlo do OE"


Ministério das Finanças nega haver "qualquer incapacidade de controlo orçamental por parte da Direcção-Geral do Orçamento" e isso é "atestado pela divulgação mensal da execução orçamental".
Estas declarações surgem numa nota enviada ontem às redacções, em resposta a uma notícia publicada no Domingo pelo PÚBLICO, em que, extensamente, se descreveu as actuais vicissitudes da DGO e se concluía que as anunciadas medidas de controlo das despesas por metas trimestrais escondiam as dificuldades estruturais da DGO - nomeadamente as dificuldades em 2009 e 2010 de consolidação das contas dos diversos serviços no fecho da conta geral do Estado.
Nos dez dias anteriores à publicação do artigo, o Ministério das Finanças esteve dez dias sem responder às questões colocadas pelo PÚBLICO. Agora, após a publicação, reagiu.
PÚBLICO
***
A resposta do Ministério das Finanças lembra-me a história daquele aluno que, tendo tirado a nota de Bom num exame, à custa da cópia integral da prova escrita de um seu colega, se ofendeu por alguém lhe ter chamado ignorante naquela matéria.
O facto de apenas ter articulado uma resposta, depois da notícia ter sido publicada, ignorando dar seguimento às perguntas que anteriormente lhe foram dirigidas, evidencia a má consciência dos máximos responsáveis do Ministério das Finanças.

http://economia.publico.pt/Noticia/governo-nega-qualquer-incapacidade-de-controlo-do-oe_1471748