quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Partido Socialista, o verdadeiro partido dos trabalhadores!...


Socialistas desistem de taxar dividendos da PT, Portucel e Jerónimo Martins
Caíram em saco roto os apelos de deputados do PS para que fosse encontrada uma forma de tributar a distribuição de dividendos que várias empresas, PT, Portucel e Jerónimo Martins (JM), se preparam para antecipar - um estratagema para contornar a entrada em vigor do Orçamento do Estado-2011, que prevê a cobrança de impostos sobre esses lucros.
O Expresso sabe que o Governo e o PS não tomarão quaisquer medidas nesse sentido. A principal razão é a dificuldade em encontrar uma "solução técnica eficaz". Além disso, os decisores socialistas receiam o efeito "imprevisível" de uma alteração de regras à pressa perante potenciais investidores. Assim, as novas regras entram em vigor em Janeiro e, de acordo com um responsável do PS, quem se antecipe não faz nada de ilegal, "sujeita-se apenas a uma sanção moral".
EXPRESSO
***
Fiquei mais descansado, quando li, nesta notícia do Expresso, que o governo do Partido Socialista iria sancionar moralmente as empresas que, por denodado patriotismo, resolveram antecipar para Dezembro a distribuição de dividendos aos accionistas, a fim de se furtarem ao aumento de impostos previsto no Orçamento de Estado de 2011.
Eu já desconfiava que os grandes accionistas estavam contra o OE de 2011. Agora já percebi a razão.
Eu, por mim, tenho andado a dar voltas à cabeça, para ver se consigo antecipar para Dezembro a cobrança de alguns rendimentos a vencer no próximo ano. Mas, confesso, não consegui nada. Nem um cêntimo!
Só um país como Portugal suporta tanta imoralidade! Como cantava José Afonso, "eles comem tudo e não deixam nada".