sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Um poema ao acaso: Ondas do mar de Vigo


ONDAS DO MAR DE VIGO

Ondas do mar de Vigo,
Se vistes meu amigo?
E ai Deus, se verrá cedo!

Ondas do mar levado
Se vistes meu amado?
E ai Deus, se verrá cedo!

Se vistes meu amigo,
e por que eu sospiro?
E ai Deus, se verrá cedo!

Se vistes meu amado,
e por qu’ hei gran cuidado?
E ai Deus, se verrá cedo!

Martin Codax
(século XIII)

Sem comentários: