segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Infertilidade: Tratamentos na Maternidade Alfredo da Costa “brutalmente” interrompidos após circular da tutela


As mulheres que estão a fazer tratamentos de
infertilidade pela segunda vez este ano na
Maternidade Alfredo da Costa (MAC) estão a ver
o processo “brutalmente” interrompido por
determinação da tutela, mesmo aquelas que já
receberam várias injecções hormonais.
PÚBLICO
***
O governo renunciou à destruição por implosão do Serviço Nacional de Saúde, como pretendia o PSD. Optou por destruí-lo tijolo a tijolo, para não levantar muita poeira..
O governo também já fez saber que o princípio da não retroactividade das medidas para combater défice apenas se aplica às situações de quem está acumular pensões e vencimentos. Só nos casos futuros, é que aquela acumulação não será permitida. Em todas as outras situações, aplica-se aquele princípio. Temo que nem os mortos dos cemitérios escapem à sanha do governo.