domingo, 8 de fevereiro de 2015

Hepatite C: Acordo prevê pagar por doente tratado


O ministro da Saúde explicou hoje que o acordo que o Estado alcançou para fornecimento de dois medicamentos inovadores para a hepatite C prevê o pagamento por doente tratado.
Acordou-se algo importante que foi pagar por doente tratado. Não vamos pagar por tratamento de três, 12 ou 24 semanas, mas por doente tratado", declarou o ministro, adiantando que o Estado também não pagará se um mesmo doente necessitar de tratamento adicional.

***«»***
Foi necessário uma doente morrer, por lhe ter sido negado o tratamento, e de um outro doente, a quem também foi negado o tratamento, o ter enxovalhado no parlamento, para que o "o coveiro do SNS", que já se preparava para deixar morrer os doentes com hepatite C, pusesse de lado os seus cálculos contabilísticos, que é a única coisa que ele sabe fazer.
Este ministro é um perigo!... É uma ameaça permanente para a saúde dos portugueses!... A exigência da sua demissão não é apenas uma questão política. É também um caso de higiene moral. 
Trata-se de um hábil manipulador, que tenta sempre fazer de cada derrota uma vitória. Mas, desta vez, não conseguiu. O tiro saiu-lhe pela culatra. Foi desmascarado, perante a opinião pública.

Sem comentários: