quarta-feira, 30 de junho de 2010

Despem farda de hospedeira e lavam avião de biquíni


Quatro modelos participaram num anúncio
de uma companhia aérea russa que promete
ser um sucesso, adianta a Globo.
Portugal Diário
***
Eu já comprei bilhete de ida e volta!...
Ver vídeo em:

Cristiano Ronaldo: Explicar aos portugueses? Falem com Queiroz


O capitão da selecção nacional Cristiano Ronaldo
abandonou a zona mista de entrevistas, no final
do jogo com Espanha, com expressão carregada,
recusando-se a comentar o resultado que afastou
Portugal do Mundial nos oitavos de final.
Perante a insistência dos jornalistas, que
interrogavam o jogador do Real Madrid sobre a
explicação a dar aos portugueses, Ronaldo soltou:
"explicar aos portugueses? Falem com Queiroz".
PÚBLICO
***
A insolência está lá. Tal como esteve dentro do campo o egoísmo de um umbigo enorme. Neste campeonato do mundo, Cristiano Ronaldo mostrou mais uma vez a sua imaturidade e a sua incapacidade em dominar os efeitos da fama. Aqui também falhou a falta de liderança de Carlos Queiroz, que não soube anular a ansiedade do jogador, obsessivamente concentrado na ideia de marcar golos, prejudicando o colectivo. De cada vez que a bola lhe chegava aos pés, Ronaldo arrancava numa jogada individual, na maior parte das vezes desajustada e inoportuna, e ignorava o posicionamento mais favorável dos seus companheiros de equipa, melhor colocados no terreno para tentarem surpreender o adversário. Por cada jogada individual fracassada, a intimidação crescia, ao ponto de determinar os insucessos seguintes. Perderam-se assim muitas oportunidades de chegar à baliza do adversário, pois Ronaldo perdia sempre a bola.
Esta indisciplina táctica do célebre jogador, que já demonstrou a sua real valia nas equipas onde jogou, custou cara à selecção nacional.
No último jogo, a selecção inferiorizou-se perante a equipa espanhola. Via-se que, por ausência de soluções tácticas, a equipa não tinha consistência. E é no momento mais crítico do jogo, a meio do segundo tempo, onde a marcação de um golo numa partida empatada decide irreversivelmente a vitória, que Carlos Queiroz resolve fazer uma substituição irresponsável, prescindindo do jogador que mais desestabilizava a defesa espanhola. A Espanha agradeceu.

Um Poema ao Acaso: Cântico celestial...

Cântico celestial…

Encontro-te
na fronteira
entre o céu e o inferno
onde me esperas
fora do tempo
em segredo
e em silênco.

Maria José Meireles

Anotação do Tempo: Mulher entrando no Café Nicola


Mulher entrando no Café Nicola

A beleza desceu ao café Nicola,
contigo,
em cambiantes de azul,
desfazendo o cinzento da gente
que por ali circula
fez-se silêncio
quando entraste
apagaste as sombras e as penumbras
dos cantos e das esquinas
e a luz explodiu
nos nossos olhos deslumbrados
a recordar o esplendor
de antigas iluminuras.

Alexandre de Castro

Campeonato do Mundo de Futebol dinamiza economia da África do Sul

Imagem enviada pelo João Fráguas, seguidor deste blogue

terça-feira, 29 de junho de 2010

Falta acreditar!...


Zeinal Bava desafia Telefónica a respeitar decisão dos accionistas.
.
Mariano Gago desafia os portugueses a estudarem mais.
Títulos do PÚBLICO
***
Portugal continua a ser um país de desafios. Todos eles exaltantes. Zeinal Brava parece um treinador de futebol, a debitar o discurso da derrota, antes do jogo. Mariano Gago já não sabe o que há-de dizer, para alinhar com o discurso delirante do chefe, que anda a vender um país que não existe. Já nem a selecção nacional de futebol nos salva do desânimo e do desalento.

José Marques dos Santos: "Tudo o que não for excelente ou muito bom não deve continuar"

Para quem não gosta de polémicas, José Marques dos
Santos pode estar a brincar com o fogo. De forma convicta,
o reeleito reitor da Universidade do Porto avisa que a
reorganização interna da Universidade do Porto vai
avançar até final de 2011, que o número de horas de aulas
semanais deverá diminuir e o corpo docente fixo também
(cerca de 15 por cento). Apesar de evitar posições políticas,
assume-se defensor da regionalização. E, apesar de
reconhecer os avanços do país, pede coragem ao Governo
para avançar com uma reorganização da oferta dos cursos.
Temos, nota, o dobro das instituições de ensino públicas do
que devíamos. Marques dos Santos confirma que tem por
hábito "não ser chorão" e defende grandes mudanças para
os próximos anos.
... "Em 2011 queremos estar entre as cem melhores da
Europa, e nalguns rankings já estamos, e em 2020 entre as
cem melhores do mundo".
PÚBLICO

***
Eu sei que os grandes desígnios têm de ser alimentados pela Utopia. Mas, neste caso, tambem penso que as ilhas de excelência não podem sobreviver durante muito tempo no meio de um mar de ignorância e de incompetência.

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Desenhos de Lassalvy (1)

Clicar na imagem para a ampliar





Imagens enviadas pela amiga P. Vicente

Michel Collon : Mentiras mediaticas y Israël

***
Raramente temos possibilidade de ouvir sinteses destas sobre o problema Israelo-Palestiniano. Vale a pena ouvir Michel Collon.Esta realidade foi-me agora contada por amigos franceses que lá estiveram de férias e que confirmam a situação insustentável que é o problema da Palestina. Ouçam ou leiam em Castelhano.
João Grazina
***
Agradeço ao João Grazina o envio deste esclarecedor testemunho sobre a irracionalidade do Estado de Israel, cuja existência não é mais do que o prolongamento de uma camuflada ocupação colonialista, exercida sob o controlo do fundamentalismo sionista, e que serve os interesses estratégicos dos Estados Unidos e da Europa no Médio Oriente.

PCP pondera alterações à fiscalização de altos cargos



O PCP está a ponderar se vai propor alterações legislativas
ao processo de fiscalização das incompatibilidades dos
ocupantes de cargos públicos ou políticos, adiantou ao
PÚBLICO o deputado Honório Novo.
Em causa está a estranheza com que este partido encara a
nomeação de Castro Guerra para presidente da Cimpor,
quando ainda não se completaram os três anos de nojo que
estão previstos na lei que estabelece o regime jurídico de
incompatibilidades e impedimentos dos titulares de cargos
políticos e altos a cargos públicos. Isto porque Castro Guerra
foi secretário de Estado da Indústria e da Energia no anterior
Governo, não tendo ainda decorrido o prazo que a lei impõe
no seu artigo 5.º, que o impede de administrar uma empresa
que foi directamente tutelada pelo seu ministério.
PÚBLICO
***
Mal vai o país, quando é o seu próprio governo a atropelar a lei. Fica-se com a impressão de que já nos encontramos em fim de ciclo, e que já começou o período do salve-se quem puder.

Agradecimento

O editor do Alpendre da Lua manifesta o seu agradecimentoe à Maria José Meireles pela sua decisão de se inscrever como seguidora deste blogue.
O Alpendre da Lua já publicou três poemas desta poetisa, onde se destaca, pela sua beleza, o poema Fogo de Pandora.

domingo, 27 de junho de 2010

Escolhidas a dedo. Ou, melhor, escolhidas à perna!...

Clicar na imagem para ampliar (as pernas)***
Não me importava nada de receber voz de prisão, de umas destas mulheres. Ou de todas, ao mesmo tempo. Há coisas pelas quais um homem não pode negar a sacrificar-se.

Ministério contesta críticas ao facilitismo das provas para repetentes do 8.º ano


O Ministério da Educação contestou hoje as
críticas feitas aos exames nacionais do 9.º
ano destinados a um grupo de alunos
repetentes no 8.º ano de que seriam mais
fáceis para permitir o sucesso daqueles
estudantes.
Em comunicado, o Ministério considera que
não existe “qualquer fundamento a
argumentação que sustenta a existência de
uma redução do grau de dificuldade das provas
da 2.ª chamada, por comparação com as da 1.ª
chamada, com intuito de facilitar o sucesso dos
alunos”. Pela primeira vez este ano, os alunos
repetentes no 8.º ano com mais de 15 anos
puderam realizar os exames do 9.º ano na 2.ª
chamada.
PÚBLICO
***
Ou me engano muito, ou estas meninas e meninos que, frequentado o 8º ano, como repetentes, acabaram por fazer exame do 9º ano (a aprovação estará garantida para a maioria), ainda acabam por vir a concluir a licenciatura de engenharia, na variante de Inglês Técnico, e um deles, pelo menos, ainda poderá a aspirar ao cargo de primeiro-ministro, daqui por alguns anos.

Anotação do Tempo: As mulheres de Botero



As mulheres de Botero *

A mãe-terra deveria ter sido assim
desnudada numa outra beleza
na densidade da carne rósea
a desdobrar-se em pregas
e apenas reservada à contemplação dos deuses
porque os homens não entenderam
o apelo sagrado
do veio fecundo da natureza
nem arderam no fogo aceso
daquele corpo suspenso
tocado por um outro desejo
como se fosse uma abelha-mestra
no seu favo de mel
onde o instinto do macho eleito
arde apenas uma única vez.

Alexandre de Castro

(*) Pintor e escultor colombiano, que se celebrizou por ter recusado os estereótipos da beleza feminina nas suas representações da figura da Mulher, optando por formas anatómicas redondas, rotundas e pesadas, a acusar uma nítida inspiração nas figuras pictóricas das civilizações pré-colombianas. São mulheres sem nenhuma carga erótica e que remetem o observador para a ancestralidade da mãe-natureza e para o esplendor da sua fecundidade.
AC
O deputado do PCP Honório Novo criticou hoje
o Plano de Estabilidade e Crescimento (PEC)
negociado entre o Governo e o PSD, afirmando
que “não defende o interesse nacional”.
Honório Novo recordou que o PCP já apresentou
no Parlamento propostas que fariam aumentar
as receitas fiscais, nomeadamente através de
um novo imposto sobre as transacções bolsistas,
taxas sobre as transferências para “off-shores” e
uma taxa adicional para bens de luxo.
PÚBLICO
***
A quantidade de dinheiro, que transita, através dos bancos, para os paraísos fiscais e para a especulação da(s) bolsa(s), atinge valores astronómicos, de difícil contabilização, devido ao sigilo bancário. As leis fiscais, elaboradas à medida dos grandes interesses económicos, que sucessivos governos têm servido com inteira subserviência, permitem que as grandes empresas, incluindo aquelas em que o Estado tem participação, através das golden share, rebusquem mecanismos contabilísticos sofisticados, para que os lucros dos accionistas emigrem, sem qualquer controlo do Estado e sem a incidência de qualquer imposto, para os off-shores, e para as Sociedades Gestoras de Participações Sociais, onde as mais-valias não são tributadas. Não admira, pois, que, em 2009, o ano negro da crise, o número de milionários tivesse aumentado, assim como os seus rendimentos.
O esquema, habilmente escondido durante muitos anos da opinião pública, que muito dificil mente entende a linguagem cifrada das agências financeiras, baseia-se, como aqui já várias vezes foi referido, na montagem de um gigantesco sistema especulativo, baseado nas bolsas de valores e que atrai, na expectativa da obtenção de elevadas mais-valias, capitais de todo o mundo. Com este processo, é a economia real que fica prejudicada.
Tributar todas essas mais-valias, tal como propõe o PCP, é uma exigência da mais elementar justiça fiscal e social.

Catedrais russas (6)

Clicar na imagem para a ampliar




Imagens enviadas pelo João Fráguas, seguidor deste blogue.
FIM

sábado, 26 de junho de 2010

Um Poema ao Acaso: Paz... - Maria José Meireles

Paz…

Hoje
quero
deitar a minha cabeça
no teu colo
peço que
a afagues
com as tuas mãos
divinas.
Ensina-me
uma oração
que cure as dores da alma
e dá-me
somente um pouco
da tua paz
que não a quero toda.
Maria José Meireles

Carlos Queiroz: "Nós entrámos de fato-macaco e saímos de smoking"

Carlos Queiroz destacou a "atitude fantástica" da equipa (Foto: José Manuel Ribeiro/Reuters)
***

O seleccionador português elogia a equipa e o
espírito combativo dos jogadores, salienta o
mérito da qualificação para os oitavos-de-
final e espera recuperar fisicamente o plantel
nos próximos dias.
PÚBLICO
***
Agora, só falta a cartola!...

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Anotação do Tempo: Descoberta (I)

Descoberta (I)

Naquela noite eu não sabia que havia infinito
apenas o brilho das estrelas no céu escuro
a iluminar um caminho incerto
nada se perdeu e tudo se ganhou
no nosso inventário dos afectos
e a vida libertou-se da idade da inocência
ao esculpirmos na mesma pedra
todas as palavras inventadas em segredo
e guardadas em códigos secretos
já tínhamos desvendado
todos os mistérios escondidos
e tu ainda trazias o véu do teu pudor
quando eu lancei âncora no teu rio
para bebermos a água e o vinho pela mesma taça
e cristalizarmos no corpo
o tempo desperto dos sentidos.

Alexandre de Castro

Ex-patrão da máfia ensina gestão

Michael Franzese já foi considerado um dos
mafiosos mais ricos e influentes de Nova
Iorque. Depois de sair da prisão começou a
dar conferências para gestores, atletas e
líderes religiosos.
VISÃO
***
Se a moda pega, em Portugal, para as conferências sobre gestão pública e privada, o número de professores ultrapassará significativamente o número de assistentes. Claro que Rendeiro e Oliveira e Costa e alguns políticos de nomeada já são considerados catedráticos nesta matéria.

Banco de Portugal divulga testes de solidez se os bancos autorizarem

O Banco de Portugal tenciona divulgar os
resultados dos testes de solidez aos bancos,
mas apenas nos casos em que estes
autorizarem.
Segundo disse à agência Bloomberg um
porta-voz do banco central, esses testes,
também conhecidos como testes de stress,
serão publicados “de acordo com as
metodologias aprovadas em termos
europeus e após autorização dos bancos”, de
acordo com a transcrição do Diário Económico.
PÚBLICO
***
Eu não sei se o governo também pediu autorização prévia aos desempregados para os esbulhar no subsídio de desemprego. A mim, que não tenho culpa nenhuma no desencadeamento da actual crise, e a que já fui vítima de um infame assalto à minha pensão de reforma, também não me pediram autorização nenhuma.
O meu receio, agora, é que os bancos resolvam unilateralmente aplicar aqueles testes de stress aos clientes, principalmente aos desempregados que ainda tenham por lá algum dinheiro depositado (os desempregados que tenham mais de cem mil euros em depósitos serão naturalmente dispensados).

Portugal é líder no número de meses necessários para ter direito ao subsídio de desemprego

Quem ficar desempregado a partir de 1 de Julho
terá mais dificuldades em aceder ao subsídio de
desemprego, já que o tempo de descontos necessário
para ter direito à protecção voltará a ser de 15 meses.
PÚBLICO
***
Agora, só falta ganhar o Campeonato do Mundo de Futebol para o país aprofundar esta brilhante liderança.

Catedrais russas (5)

Clicar na imagem para a ampliar






Imagens enviadas pelo João Fráguas, seguidor deste blogue

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Sócrates investigado pelo Supremo

O processo relativo a uma queixa de Manuela
Moura Guedes contra José Sócrates vai ser
investigado pelo Supremo Tribunal de Justiça.
O procurador da 12ª Secção do DIAP de
Lisboa que titulava o inquérito entendeu
não ter competência para investigar o
primeiro-ministro.
... O magistrado declarou-se incompetente para
investigar Sócrates e entendeu que o primeiro-
ministro só pode ser investigado pelas secções
criminais do STJ.
... Contudo, a Comissão de Ética da AR recusou
hoje apreciar a solicitação do juiz de instrução
criminal. Marques Guedes, presidente da
Comissão, afirmou aos jornalistas que os
membros do Governo, por não serem deputados,
não têm direito a imunidade parlamentar.
Sol
***
A Assembleia da República anunciou não ser
competente para apreciar o pedido...
Do comunicado da Procuradoria Geral da República
***
Ou me engano muito ou iremos assistir a uma guerra de incompetências na Justiça. Só falta o Supremo Tribunal de Justiça julgar-se também incompetente.
A impressão que fica, é que esta gente percebe menos de Direito do que eu. Já lá vai quase um ano, desde que foi apresentada queixa, e os doutores ainda andam a tentar saber quem é que tem competência para titular este processo.

Tattoo da Guarda Real da Noruega

***
Enviado pelo João Fráguas, seguidor deste blogue.
***
Assim, até eu gostaria de viver em monarquia!...

Um Poema ao Acaso: Improviso sobre uma liquidez de luzes... - Ademar



Improviso sobre uma liquidez de luzes...
.
Onde começam as tuas pernas brancas
que mergulham na água?
por que as abres assim
escorrendo folhas (ou serão líquenes)?
estou mais próximo da margem
não sei se acoste
se mergulhe contigo
a tua liquidez de luzes
convida-me à submissão dos lábios
e do olhar
sinto que me afogas o desejo
no fundo de tudo o que me escondes.
.
Ademar

Um Poema ao Acaso: Rastos... - Ana Saraiva

Pintura de Cátia Rodrigues
Rastos…

leio no meu corpo o teu olhar
o amor não é, se fosse,
algo melhor
mais perfeito
mais uma qualidade
mais uma soma de ideais
mais um requisito preenchido
o santo graal é apenas um cálice
e os lábios de Jesus
empalidecem eternamente
o amor é, se fosse,
aquele que volta sempre
para fazer uma última pergunta
a arte da ressurreição
inacabada.
.
Ana Saraiva

Estudantes têm cada vez mais dificuldades de base a Matemática

Clicar na imagem para a ampliarUm meio mais um meio? 27 % dos alunos do
Técnico falharam. Professores alertam que as
lacunas que os “caloiros” trazem afectam as
licenciaturas. E temem não recuperá-los.
PÚBLICO
***
O problema deve estar nos cromossomas!
http://www.publico.pt/Educação/estudantes-tem-cada-vez-mais-dificuldades-de-base-a-matematica_1443028

Um Poema ao Acaso: Cristais... - Maria José Meireles


Cristais…

Inundada
de mar
diz-me se sou feliz
antes que o descubra
tarde de mais.
Maria José Meireles

terça-feira, 22 de junho de 2010

Portugal-Coreia - Melhor jogador em campo...


Nota do meu rodapé: Falta injustificada para Cavaco Silva


***
Saramago: Cavaco Silva diz ter cumprido obrigações como Presidente
O Presidente da República desvalorizou hoje “alguma
polémica estéril” gerada em torno da sua actuação
em relação à morte de José Saramago, garantindo ter
feito o que lhe competia como chefe de Estado.
... “Todos os portugueses sabem que desde quinta-feira
à noite estou nos Açores, em S. Miguel, cumprindo uma
promessa que fiz há muito tempo a toda a minha
família, filhos e netos, de lhes mostrar as belezas desta
região”, declarou Cavaco Silva.
***
O Presidente da República não é nenhum camareiro-mor do palácio de Belém, nem o seu mordomo, e, muito menos, um simples burocrata, que despacha o expediente a determinar a hora do hastear da bandeira e o momento de tocar o hino, assim como o de ordenar o desfile da fanfarra na parada. O presidente da República tem de ser o presidente de todos os portugueses, sem excepção. Um programa de férias familiar não pode suplantar o seu dever de estar presente em actos oficiais de importância excepcional e em cerimónias públicas de elevado significado para o país. A sua desculpa, a justificar a sua ausência nas cerimónias fúnebres do escritor José Saramago, foi patética e desastrada. Por mais ramos de flores que encaminhasse para cobrir o féretro do grande escritor e por mais comunicados oficiais que mandasse publicar, não o desobrigavam do imperioso dever de marcar o acontecimento com a dignidade da sua presença. É que José Saramago não era um cidadão qualquer. Foi um escritor universal, que engrandeceu no mundo a Língua Portuguesa, e que só tem paralelo, a este nível, em Camões e Fernando Pessoa. Garrett, Sá e Miranda, Camilo Castelo-Branco, Eça de Queirós e Aquilino Ribeiro foram grandes escritores, mas a expressão literária universalista só acontece com aqueles três escritores. Por muito que isto custe a todas aqueles que, na sua mediocridade e insignificância, procuraram enxovalhar Saramago em vida e menosprezá-lo na morte, pode-se desde já afirmar que o futuro já colocou o escritor no Panteão das Letras.
Ao primar pela ausência, Cavaco Silva perdeu a oportunidade de participar na mais significativa manifestação de homenagem à Língua Portuguesa, através da homenagem a José Saramago, no seu funeral.
Recordo aqui o que se disse, quando se discutiu no país o Acordo Ortográfico. Muitos economistas avançaram com a ideia de que a Língua Portuguesa era um factor importante, não directamente contabilizável, ao nível da formação do PIB, já que tinha uma grande expressão mundial, em número de falantes. Como economista, Cavaco Silva não entendeu esta verdade.
Talvez tivessem razão, aqueles que, por razões nada edificantes, o queriam mandar ir, por antecipação, tomar conta dos netos.
http://publico.pt/Cultura/cavaco-silva-diz-ter-cumprido-obrigacoes-como-presidente_1442805

A lista de Franco para o Holocausto...

No dia em que deixou o cargo de responsável máximo da Direcção Geral de Segurança do regime franquista, para semanas depois ser nomeado embaixador de Espanha em Berlim, o conde de Mayalde, amigo de Himmler, assina uma ordem, dirigida a todos os governadores civis espanhóis, para que sejam recolhidas informações de cerca de seis mil judeus sefarditas, residentes em Espanha. Essa lista, pedida com urgência, e que mobilizou milhares de falangistas e elementos da Guarda Civil, na recolha de informações, teria sido entregue a Himmler, em Berlim, pelo próprio conde, e poderia ter vindo a constituir, certamente, uma preciosa base de dados, que facilitaria o rápido extermínio daqueles judeus, caso a Espanha tivesse entrado na guerra ao lado da Alemanha.
Uma ano antes, já o conde de Mayalde tinha negociado com Himmler, então de visita a Espanha, a concessão do estatuto diplomático à polícia secreta alemã, que assim poderia, sem qualquer obstáculo legalista, vigiar os alemães que viviam naquele país.
O único exemplar existente daquela sinistra ordem, assinada pelo conde de Mayalde (todos os outros documentos foram destruídos para não deixar rastos da colaboração de Franco no Holocausto) , foi encontrado por acaso por um jornalista judaico no Arquivo Histórico Nacional, e proveniente do Governo Civil da Saragoça.
Fica assim provada a colaboração do regime de Franco na política de extermínio dos judeus na Europa, levada a cabo pelo III Reich.

Catedrais Russas (4)








Imagens enviadas pelo João Fráguas, seguidor deste blogue.