quinta-feira, 17 de junho de 2010

A bagunça é mais do que muita!...


Sócrates afasta redução de salários e diz que medidas já adoptadas bastam
O primeiro-ministro José Sócrates rejeitou hoje em Bruxelas o cenário de redução de salários na função pública, afirmando acreditar que as medidas já adoptadas pelo Governo são suficientes para atingir os objectivos orçamentais em 2010 e 2011.
PÚBLICO
Secretário de Estado do Orçamento não exclui novas medidas de austeridade
O secretário de Estado Emanuel dos Santos afirmou hoje que o Governo tem “confiança” na execução do Orçamento do Estado e no efeito das medidas de austeridade que aprovou, não excluindo contudo a adopção de novas medidas.
PÚBLICO
***
Em que ficamos? É a aplicação da estratégia de anunciar as medidas a conta-gotas, para não criar alarme social, ou é, simplesmente, o desnorte deste governo, que, para endireitar as contas públicas, ainda vai lembrar-se de taxar com o IVA as esmolas dos pobres, que andam a pedir pelas ruas?!

Sem comentários: