sexta-feira, 1 de abril de 2011


Marcos Baptista, antigo sócio do secretário de Estado dos Transportes Paulo Campos, terá adulterado as habilitações académicas e suspendeu hoje o mandato. O administrador dos CTT foi nomeado para o cargo enquanto licenciado, de acordo com o despacho publicado em Diário da República, noticia o jornal i. No entanto, o curso de Economia não terá sido concluído, uma vez que Marcos Baptista não completou cadeiras suficientes para concluir uma licenciatura pós Bolonha.
PÚBLICO
***

Aqui está um indivíduo com um óptimo perfil para ser primeiro ministro de Portugal. É pena que ele não tenha tido tempo para transformar os CTT num outlet.

Sem comentários: