segunda-feira, 4 de abril de 2011

Edmundo Martinho defende redução progressiva do subsídio de desemprego


O presidente do Instituto de Segurança Social (ISS) defendeu esta manhã que o valor do subsídio de desemprego deveria ser progressivamente reduzido, para incentivar o regresso ao mercado de trabalho.
PÚBLICO
***
Com esta afirmação descabelada, Edmundo Martinho, actual presidente do Instituto de Segurança Social, tenta, de forma subliminar, fazer passar para a opinião pública a ideia de que o desemprego é uma situação opcional do trabalhador. É um discurso tortuoso e perigoso, de onde emerge uma profunda insensibilidade para com todos aqueles trabalhadores que, por mais que tentem, não conseguem encontrar um emprego. 
Julgo que Edmundo Cardoso está a enviar uns sinais insinuantes ao próximo primeiro-ministro, demonstrando-lhe que é o homem certo para ser nomeado ministro do Trabalho do próximo governo.

Sem comentários: