domingo, 30 de maio de 2010

Um governo pouco higiénico...

Entre as rubricas que mais aumentam em 2010
(relativa aos gastos dos gabinetes ministeriais)
estão os gastos em seminários (357 por cento
para 135 mil euros); em publicidade (174,2
por cento para 47 mil euros) e os prémios,
condecorações e ofertas (90,1 por cento para
167 mil euros). As que mais caíram foram os
artigos honoríficos e decoração (-74 por cento)
e a limpeza e higiene (-21 por cento para 112 mil euros).
PÚBLICO
***
O que ressalta destes números, é que este ano vamos ter ministros mais conhecidos pela opinião pública, mais informados, mais perdulários em ofertas, prebendas e sinecuras, mas menos limpinhos. Quando chegarmos ao Verão, o pivete emanado dos gabinetes ministeriais vai tornar-se insuportável.