sábado, 29 de maio de 2010

Afinal, Ele existe mesmo! E tem barbas e a voz grossa!

Retirado do blogue "Joaninha-versus-escaravelho"
***
Há uma coisa que está a causar-me alguma estranheza. Se Deus demora cerca de quatro a cinco minutos a atender cada alma, como é que ele vai ter tempo para julgar a Humanidade inteira, a do passado, a do presente e a do futuro? Pelas minhas contas, e considerando, por hipótese, ser esta a sua única tarefa, e exercida sem interrupções, neste momento, Ele ainda está a aviar as almas dos homens do Paleolítico Inferior, que já devem estar fartas de tanto esperar. Assim, com este ritmo paquidérmico, o primeiro-ministro, José Sócrates, só irá ser julgado daqui a vinte ou trinta séculos. Por essa altura, já ninguém se lembrará do Freeport, da licenciatura em engenharia, com a variante em inglês técnico, do caso Face Oculta, das escutas telefónicas e das mentiras no parlamento.
E ainda se diz mal da morosidade da justiça portuguesa!...

Sem comentários: