quarta-feira, 11 de junho de 2014

"Governo Rua" e "Presidente incompetente. Deixe o seu palácio para melhor gente".


Sindicatos protestaram na Guarda quando Cavaco discursava
Cerca de três centenas de manifestantes protestaram hoje, na Guarda, no momento em que o Presidente da República discursava na cerimónia militar do dia 10 de Junho e se sentiu mal.
"O protesto foi para pedir a demissão do Governo, tendo em conta o ataque às funções do Estado, encerramento das escolas e contra a destruição do Serviço Nacional de Saúde", disse à agência Lusa Honorato Robalo, dirigente sindical da CGTP.
Honorato Robalo explicou que o protesto foi realizado no momento do discurso de Cavaco Silva, alegando que "o Presidente da República devia destituir" o atual Governo "uma vez que houve oito momentos em que as decisões do Governo foram consideradas inconstitucionais".

***«»***
Não é apenas a reincidência dos sucessivos e continuados atentados contra a Constituição, que justifica a imediata demissão deste governo. As duas derrotas eleitorais, sofridas nas autárquicas e nas europeias, demonstram que o governo perdeu a sua base social de apoio. E o Presidente da República está a ser conivente com esta situação escandalosa, ao ignorar os sentimentos dos portugueses, já expressos nas urnas.