terça-feira, 23 de novembro de 2010

PSP: Maioria do material comprado para a segurança na cimeira da NATO ainda não chegou

A cimeira da NATO terminou no sábado e hoje
ainda não chegou a maioria do material comprado
pela PSP, com carácter de urgência, para garantir
a segurança no evento.
Só “o material de ordem pública e de segurança
electrónica” foi entregue, disse ao “Diário de Notícias”
Paulo Flor, porta-voz oficial da PSP.
PÚBLICO
***
Como é que este país pode ser levado a sério! Este exemplo caricato, idêntico a muitos outros, de que o cidadão não se dá conta, o da falha na entrega do material "bélico", para ser utilizado na Cimeira da NATO, no valor de 4,5 milhões de euros de um total de encomendas, no valor de cinco milhões de euros, mostra bem a inépcia do aparelho de Estado. Ou por ausência de planeamento objectivo, ou por displicência, ou pela má organização de serviços, ou até, o que é mais grave, por compadrio duvidoso com fornecedores desonestos, o que é certo, é que o Estado falha redondamente no desempenho de muitas funções, que lhe estão afectas. É evidente que esta imagem endémica de um país desorganizado passa facilmente as fronteiras, e propaga-se rapidamente por todo o lado. Nem os governos escapam a esse labéu. Os planos não se cumprem, tomam-se medidas avulsas e irresponsáveis, sem auscultar as partes directamente interessadas sobre o seu verdadeiro impacto.
Embora vivendo em democracia, o Estado ainda não se libertou totalmente da matriz que lhe imprimiu Salazar, durante os quarenta anos do seu governo, mantendo-se intactas muitas das suas estruturas, o que, por desadaptação à acelerada modernização da sociedade, as tornam obsoletas e prejudiciais ao desenvolvimento do país. Ontem foi o trágico acidente da ponte de Entre-os-Rios, onde houve incúria por parte dos competentes organismos do Estado, hoje foi o atraso da entrega do material encomendado para a PSP, para ser utilizado na cimeira, e, pelo meio, muitos outros casos de desleixo e de inoperância.
Como é que os mercados financeiros internacionais podem confiar num país assim?!
http://www.publico.pt/Sociedade/maioria-do-material-comprado-para-a-seguranca-na-cimeira-da-nato-ainda-nao-chegou_1467427