sábado, 10 de maio de 2014

Assis acusa PCP de ter "cantos de sereia"


Assis acusa PCP de ter "cantos de sereia"
O cabeça de lista socialistas às eleições europeias, Francisco Assis, lançou hoje uma advertência sobre a "demagogia" dos "cantos de sereia" do PCP, considerando que extrema-esquerda e direita, por vezes, são mais parecidas do que se julga.
***«»***
Pois é, Dr.Francisco Assis: O Partido Comunista não assinou com a direita o Pacto Orçamental...

Pois é, Dr.Francisco Assis: O Partido Comunista não assinou com a direita o Pacto de Agressão (vulgo, Memorando da Troika), ao qual eu chamo o Pacto da Traição...

Pois é, Dr.Francisco Assis: O Partido Comunista não anda a dizer que "alianças com o PSD só depois das eleições"...

Pois é, Dr.Francisco Assis: O Partido Comunista não votou com a direita, no Parlamento Europeu, o diploma da reforma da política agrícola comum...

Pois é, Dr.Francisco Assis: O Partido Comunista não votou com a direita, no Parlamento Europeu, o diploma da política comum de pescas...

Pois é, Dr.Francisco Assis: Mas o Partido Socialista aliou-se a tudo isto com a direita.

Conclusão, Dr.Francisco de Assis: Só uma diarreia mental é que o poderia ter levado a comparar o PCP com os partidos da direita...


Lamento ter de dizer, em atenção a muitos meus amigos socialistas, que os partidos ligados à Internacional Socialista, onde se insere o Partido Socialista, foram uma desilusão da História. Hoje, por aquilo que estamos a ver perante a crise europeia, pode acrescentar-se que são uma burla. O PASOK grego, o PSOE espanhol e o Partido Socialista francês posicionam-se apenas como gestores da crise do capitalismo, aliando-se à direita, e não como inspiradores e autores de uma alternativa inovadora e séria, com novos paradigmas estruturantes e revolucionários. Passaram a ser partidos do sistema. E é este o caminho que A.J Seguro e Francisco Assis querem percorrer.

Sem comentários: