segunda-feira, 6 de junho de 2011

NÃO, NÃO SUBSCREVO - um poema de Jorge de Sena declamado por André Gago

*
Um poema premonitório, que o filme adaptou à actualidade.