domingo, 22 de dezembro de 2013

Conto: Notícia de Última Hora...


Notícia de Última Hora

O problema é que estavam a pedir-lhe muito. E tudo ao mesmo tempo!...
Cada vez com mais insistência, pediam-lhe que atingisse os objetivos; que fosse desmesuradamente ambicioso; que ultrapassasse os obstáculos; que aumentasse a autoestima e atingisse o sucesso, exercitando o seu talento; que controlasse e exercesse uma influência decisiva sobre os outros, excitando e surpreendendo, fascinando, chocando, intrigando e divertindo.
Tinha de ser o melhor para ser feliz e sentir-se realizado, diziam-lhe em tom imperativo, e ele, intimamente, punha-se a tentar adivinhar como seria o mundo, se todos começassem a cumprir, ao mesmo tempo, todas aquelas exigências, de que ele começava a ter medo.
Aqui é proibido fracassar, continuavam a dizer-lhe. É obrigatório desafiar a convenção, evitar a dor e a vergonha, reprimir o medo. É necessário dominar tudo e todos, sem qualquer espécie de escrúpulos.
Foi neste momento que resolveu sair da sala e fechar a porta. Uma vez na rua, começou a ver tudo nublado e cinzento.
No dia seguinte, os jornais davam a notícia de que um jovem tinha sido encontrado morto, no quarto onde vivia, no meio de um charco de sangue, com a pistola ainda agarrada à mão direita.

Alexandre de Castro

Lisboa, 22 de Dezembro de 2013