sábado, 15 de junho de 2013

Cinema: LOVEFIELD (Short Film by Mathieu Ratthe)

**
Quanto mais a arte cinematográfica utilizar a sua linguagem específica (as imagens em movimento), prescindindo de outras linguagens, mais expressiva e autêntica é a sua afirmação. Foi isso que fez do cinema mudo uma arte universal, e transversal a todos os grupos sociais.
Lovefield é uma curta metragem que atinge em pleno esse desiderato. A história é contada, de forma magistral, só com imagens, utilizando-se apenas, como exceção, o som do crocitar agoirento de um corvo e o som do ranger enervante de uma ferrugenta placa de sinalética toponímica, a ser batida pelo vento. O final, para onde convergem todos os planos narrativos, é verdadeiramente surpreendente.