quinta-feira, 16 de maio de 2013

Pintura: Dora Mar, a amante de Picasso...


Picasso teve grandes amores e desamores, a sua vida e a arte, estão completamente interligadas. A sua vida pessoal, esteve sempre ligada ao trabalho. Quando tinha um novo amor, constantemente o retratava, em suas telas, quando acabava esse amor, fazia as suas figuras distorcidas . As mulheres  de Picasso, sabiam quando estavam a ser trocadas, bastava observarem os seus trabalhos. Um dia confidenciou com o filho: as mulheres que não gosto estou preso, as que amo desaparecem, disse-lhe isto muito irritado. Agora um desabafo meu: talvez não se lembra-se que apenas devemos amar, o que não tem preço.
Até nos amores e desamores ele foi grande .Uma das suas grandes obras foi o quadro a "Guernica" pintado em aguarela e não em óleo. Esta obra, é uma denuncia do bombardeamento desta povoação pelas tropas fascista  franco, apoiadas pelos nazis alemães. Em 1940 com Paris ocupado pelos nazis, um oficial alemão, entrou no seu atelier, diante da fotografia reproduzindo o painel de "guernica" perguntou-lhe se era ele que tinha feito aquilo, Picasso inteligente,  e anti-nazi  respondeu sabiamente " não foram vocês?"
Mário Jorge Neves