sexta-feira, 16 de julho de 2010

O governo nem as crianças poupa!


Algumas Instituições Particulares de Solidariedade
Social (IPPS) já terão sido notificadas pela Segurança
Social, sendo informadas que, a partir de 1 de Setembro,
deixarão de receber as comparticipações relativas aos
almoços dos Ateliers de Tempos Livres (ATL).
... O ministro da Presidência, Pedro Silva Pereira,
considerou hoje “falsos” e “chocantes” os rumores
de que o Governo iria retirar financiamento às
refeições das crianças dos Ateliers de Tempos
Livres (ATL).
PÚBLICO
***
A este governo só falta cobrar impostos aos mortos, isentando-se apenas aqueles que conseguirem ressuscitar.
Bem pode o ministro Pedro Silva Pereira, com aquela ar angélico de menino do coro, vir tentar reparar os estragos daquela carta assassina, enviada pela Segurança Social a todos os presidentes das IPPS, a comunicar-lhes, de acordo com as afirmações do padre Lino Maia, presidente da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, o corte das comparticipações relativas aos almoços das crianças nos ATL. A justificação dada pelo ministro é ridícula e infantil.
O desnorte deste governo já não pode ser ocultado. Desmente-se todos os dias, contradiz-se entre as afirmações daquilo que diz ser e do que realmente é. De nada vale ao primeiro ministro andar a apregoar que o seu governo defende o Estado Social, quando logo a seguir um ministério (ou uma instituição oficial dele dependente) vem dar uma machadada no sistema, retirando cirurgicamente mais um benefício social. Desta vez, as vítimas foram as crianças.
Com um governo destes, a direita não precisa do PSD e do CDS para nada.