terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Sócrates em 'maus lençóis' após entrevista


O Procurador do Ministério Público Rosário Teixeira e o juiz Carlos Alexandre acreditam que José Sócrates quer manipular o processo da 'Operação Marquês' e estão dispostos a apurar as condições em que este prestou declarações a uma estação televisão nacional. A confirmar-se a ilegalidade das suas declarações, o ex-primeiro-ministro poderá ser sancionado.

***«***
Estranha, esta posição assumida pelo Procurador do Ministério Público, Rosário Teixeira, e pelo juiz, Carlos Alexandre, ao colocarem a hipótese de José Sócrates ter violado o segredo de justiça, ao mesmo tempo que têm ignorado a violação sistemática desse mesmo princípio pela comunicação social, que, todos os dias, publica transcrições do processo de averiguações, que é suposto estarem à sua guarda!...
Eu, como ao tempo escrevi muitas vezes, não acredito na inocência de José Sócrates, embora não tenha nenhuma prova concreta para o considerar culpado. E um dos trabalhos da Justiça é precisamente esse, o de encontrar as provas das suspeitas existentes. E não quero um julgamento político, pois esse já foi feito nas eleições de 2011. E também não quero um julgamento na praça pública, tal como está a acontecer.

Sem comentários: