terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Alexis Tsipras: o revolucionário sexy vai mudar alguma coisa na Europa?


Quem sonha com uma revolução na Europa depois da eleição de Tsipras na Grécia pode começar a desiludir-se. Alexis escreveu esta semana no Financial Times que vai cumprir todos os compromissos europeus da Grécia e manter o orçamento equilibrado. Tsipras é um prodígio de “sex power” mas não chega para enfrentar Merkel

***«»***
Os voluntarismos pagam-se caro. Em política, a primeira medida, adotada por um líder vencedor, transmite logo o sinal da orientação do vento da sua posterior governação. No caso da Grécia, ainda não sei se poderemos já falar de um cadáver adiado ou se de um alçapão traiçoeiro escondido. É que a aliança de um partido da esquerda radical (!) com um partido da extrema-direita, nacionalista e xenófobo, não cabe nos carris do meu pensamento. Talvez me engane, e oxalá que sim…

Sem comentários: