terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Dieta mediterrânica: "Mais do que um padrão alimentar, é um modelo cultural"


O autor da obra "Dieta Mediterrânica -- Uma herança milenar para a humanidade", que é apresentada na quinta-feira, em Lisboa, defende que este regime alimentar é "mais do que um padrão alimentar, é um modelo cultural de inestimável valor".

***«»***
Um livro a não perder. Pelo perfil académico do autor e pelas declarações já proferidas, estamos perante uma obra importante, que aborda de uma forma sistemática a identidade mediterrânica - que nos envolve - num contexto sociológico, histórico e cultural, a partir da base da "alimentação", o que é uma originalidade. 
Esta mesma identidade mediterrânica já foi abordada, sob outros prismas, por outros historiadores e sociólogos, que lhe traçaram o perfil e o longo percurso evolutivo. 
Podemos até falar de uma civilização mediterrânica, que se desenvolveu desde há 36 séculos. Se olharmos para o passado, reconhecemos que o mar mediterrâneo foi o centro da evolução da História, uma História exaltante, feita de grandezas e de misérias, que começou a ser construída, ainda na sua forma incipiente, pelos Fenícios, nos finais do século XVI A.C. Coube aos Romanos estabelecer a unidade política e administrativa de toda a bacia do Mare Nostrum, feito que nunca mais foi conseguido. Mas ficou como herança a cultura dos povos, com as suas semelhanças e as suas diferenças, e que é urgente e necessário preservar, sem renunciar à modernidade e às conveniências dos novos tempos.

Sem comentários: