sábado, 30 de novembro de 2013

O que tem a privatização dos estaleiros de Viana de inédito?

*
OS Estaleiros Navais de Viana do Castelo foram fundados a 04 de junho 1944, no âmbito do programa do Governo para a modernização da frota de pesca do largo e chegaram a empregar, de forma direta, cerca de dois mil trabalhadores, tendo construído mais de 220 navios de todos os tipos em 69 anos de atividade. O editor adjunto de Política do DN, João Pedro Henriques, fala sobre a subconcessão.
Esta empresa pública, nacionalizada em setembro de 1975, conta hoje com 609 trabalhadores e a administração vai avançar com um plano amigável de cessação dos contratos que custará mais de 30 milhões de euros em indemnizações, a assegurar com recursos próprios, públicos, e a concluir até janeiro.
Pela subconcessão, o grupo Martifer pagará ao Estado 415 mil euros por ano, envolvendo a mesma exclusivamente a utilização dos terrenos, edifícios, infraestruturas e alguns equipamentos afetos.
Diário de Notícias

***«»***
Trata-se de um grande negócio para a Martifer, que assim se libertou do encargo de herdar os trabalhadores, sem qualquer custo.
Não faltou criatividade a este governo, para inventar mais uma nova fórmula para aplicar às privatizações dos bens públicos.
Vamos ver o que se segue.

Sem comentários: