quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Notas do meu rodapé: O execrável calibre moral de Manuela Ferreira Leite!...

«Quem tem mais de 70 anos e quer fazer hemodiálise tem de pagar»
A pergunta é feita a António Barreto, outro interveniente no debate, mas a resposta vem da parte da líder do PSD: «[Ana Lourenço pergunta] Não acha abominável que se discuta se alguém que tem 70 anos tem direito à hemodiálise ou não? [Resposta de Ferreira Leite] Tem sempre direito se pagar. O que não é possível é manter-se um Sistema Nacional de Saúde como o nosso, que é bom, gratuito para toda a gente. Para se manter isso, o Sistema Nacional de Saúde vai-se degradar em termos de qualidade de uma forma estrondosa. Então, nem para ricos, nem para pobres. E será inevitável que tratamentos desse estilo, evidentemente que existem, e que as pessoas têm direito a eles, desde que paguem. Fora disso não é possível gratuitamente. O país não produz riqueza para isso e se não produz riqueza para isso degrada-se a qualidade».
TVI 24
***
Manuela Ferreira Leite, numa declaração desastrada, perversa e moralmente inqualificável, confessou em público aquilo que o governo anda a fazer secretamente. Os portugueses estão assim a ser confrontados com a maior monstruosidade do programa do governo, que pretende implementar o "assassinato lento" dos idosos mais pobres do país, restringindo o seu acesso ao Serviço Nacional de Saúde. Negando-lhes a assistência médica, que lhes prolongaria a vida, e esbulhando-os nas pensões de reforma, o que os condenará à morte, o governo diminui os gastos nas rubricas da Saúde e da Segurança Social. Reduzidos a lixo social, considerados marginais numa sociedade regida pela ferocidade fundamentalista das leis do mercado, profundamente fragilizados e sem mecanismos próprios de defesa, os idosos são infamemente ultrajados na sua dignidade de cidadãos, sendo remetidos para a condição de apêndices a abater na execrável engenharia financeira do governo. Eu já escrevi aqui que uma sociedade que não sabe tratar das suas crianças nem dos seus idosos não merece existir. E eu hoje já não sei se o país indiferente e apático, que se chama Portugal, merece existir.
Mas Manuela Ferreira Leite teve pelo menos um mérito, ao afirmar que os direitos têm de ser pagos. Veio dar sustentação ao meu radicalismo crescente, que se extrema cada vez mais, ao ponto de começar a advogar o extermínio de quem pretende eliminar-me fisicamente. É que eu estou a três anos de completar os setenta anos de vida e não aufiro rendimentos para pagar os tratamentos de hemodiálise, caso deles venha a necessitar. Considero que já os paguei durante a minha vida ativa, com o dinheiro dos meus impostos, parte dele desviado para alimentar a corja nojenta que tem esbulhado o país.

9 comentários:

Sónia M. disse...

Um verdadeiro atentado à Constituição Portuguesa! O comentário desta Senhora (se é que se pode chamar assim) é verdadeiramente imoral, bem como os seus propósitos! Vergonhoso! E o pior de tudo é que acaba por ser consentido, pelo tal país indiferente e apático a que se refere!
Suponho que pela altura em que eu chegue à sua idade, nos coloquem em fila e nos abatam com um tiro na cabeça. Sempre é mais rápido e talvez menos doloroso.

Anónimo disse...

Infame!

Alexandre de Castro disse...

Comentário publicado no Facebook:
"De Costa Gonçalves
Penso que a CS é a principal responsável por esta situação, dado que convida (e paga principescamente) a gente como aquela, cujo discurso incita a este tipo de procedimentos. Não se trata de uma opinião de mesa de café, mas antes um progr...ama , supostamente sério, e cujo objectivo seria dissertar cobre a crise e suas soluções. Destas, parecem ter encontrado a primeira : deixar morrer a maior parte dos hemofílicos acima dos 70! e chamam a estes sicranos senadores".

Alexandre de Castro disse...

Comentário publicadp no Facebook:
Vânia Cairo:
Protesto pertinente. Lamento tal situação do sistema de saúde em Portugal e no Brasil[neste ainda é pior...].Valeu a informação.

Alexandre de Castro disse...

Comentário de uma partilha no Facebook:
Manuel Lourenço Marcelino Manuel:
"VALE A PENA VIVER NESTE PAÍS ??? PAGÁMOS OS NOSSOS DIREITOS MINHA SENHORA".

Alexandre de Castro disse...

Comentário publicado no Facebook:
Manuel Lourenço Marcelino Manuel: SE TIVESSE QUE DIZER TUDO O QUE SINTO !... EM PRIMEIRO LUGAR SINTO VERGONHA SER PORTUGUÊS ---EM SEGUNDO LUGAR SERMOS GOVERNADOS POR UM GOVERNO QUE SÓ SABE GOVERNAR-SE A ELES PRÓPRIOS. timanel.

joaquim pereira da silva disse...

MFL já nos habituou de há largos anos para cá a ter de engolir todos os disparates que a sua mente obtusa fabrica. Considero este apenas mais um, pese embora seja talvez o mais grave de todos.Penso que nela a natureza fez o seu melhor trabalho, isto é, fez condizer a maldade interior com o aspecto exterior. Já está bem castigada.

Graza disse...

... e entretanto, o Otelo é maluco.

Antonio Esperança Pereira disse...

Uma vergonha mesmo!!!
Arranjem valas comuns e defaçam-se dos doentes, dos velhos, dos deficientes, dos sem emprego, de todos os que não são lucrativos de acordo com a nova "inteligentia europeia".
Ao menos assumam.
E o Otelo é que é maluco!!!
Abraço Alexandre