quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Um Poema ao Acaso: Cair contigo - Maria Alonso Seisdedos


Cair contigo
.
Digo-te hoje e aqui que vou saltar da falésia
e contigo
se me segurares a mão no fio frágil e (in)tenso
dum sussurro.
Digo-te e mais te digo que vou trancar os medos
ao mistério
sem sopesar distâncias ou fundos
cataclismos.
Digo-te e ainda digo que na descida ao incógnito
brutal do abraço
não hei-de empenhar na bússola um grau que seja
do alento
de que te digo preciso para cair contigo.
.
Maria Alonso Seisdedos