sábado, 23 de março de 2013

A Europa é dominada pela Alemanha

**
O eurodeputado britânico Nigel Farage, co-presidente do grupo dos eurocéticos do Parlamento Europeu, apesar de ser um político controverso no seu país (ele lidera o UKIP, um partido anti-europeu e anti-imigrantes, que está a subir nas intenções de voto), não deixa de ter razão nas duras críticas que faz às políticas da União Europeia. E, neste ponto, aproxima-se das posições dos partidos de esquerda, que também consideram que o projeto da União Europeia é um fracasso, e que, neste momento, apenas serve para defender os interesses da toda poderosa Alemanha. A base da sua argumentação fundamenta-se sempre na falta de legitimidade dos dirigentes da Comissão Europeia, que não se submeteram a nenhum sufrágio para ocupar os seus cargos. Durão Barroso tem sido uma vítima do humor cáustico de Nigel Farage, assim como o Herman van Rompuy, o presidente do Conselho Europeu, a quem ele chamou "esfregona", o que foi considerado um insulto. A frase "Você tem o carisma de uma esfregona húmida e a aparência de um funcionário bancário" foi verdadeiramente assassina e demolidora, já que punha em causa a subserviente ligação política de Rompuy com a senhora Merkel.

Sem comentários: