segunda-feira, 28 de maio de 2012

Resgate do Bankia vai ser feito com recurso a dívida pública espanhola

A gigantesca injecção de capital que o Estado espanhol se dispõe a realizar no Bankia não vai ser feita com dinheiro fresco.
Os 19 mil milhões de euros que irão salvar a instituição da bancarrota entrarão no banco na forma de títulos de dívida pública de Espanha, avançou ontem o jornal El País.
O recurso a este expediente fará com que a Espanha evite ter que financiar-se no mercado, que lhe exigiria uma elevada taxa de juro no contexto actual de crise e dado o risco da operação, e acaba por atirar para o BCE, embora de forma indirecta, a tarefa de financiar o Bankia, que utilizará os títulos de dívida para os apresentar como garantia em empréstimos a solicitar ao banco central.
PÚBLICO
***
Mais um exemplo da contabilidade criativa, este, que o governo de Rajoy está a engendrar, e que não ilude a realidade crua dos factos. É uma estranha triangulação, ao nível institucional,  que apenas visa transferir dívida soberana para a dívida do Bankia, mas que acaba por ter de ser paga pelos contribuintes espanhóis, pois trata-se de um esquema, já utilizado por clientes particulares, titulares de vários cartões de crédito, em que se paga um crédito, contraindo uma nova dívida. Aqui e sempre, e mais uma vez, assiste-se com uma naturalidade espantosa à socialização dos prejuízos de um banco, quando os seus lucros, no passado, eram exclusivamente privados.  
http://economia.publico.pt/Noticia/resgate-do-bankia-vai-ser-feito-com-recurso-a-divida-publica-espanhola-1547883