domingo, 23 de fevereiro de 2014

PSD/Congresso: PS sem pressa de anunciar candidato europeu - João Proença


O membro do secretariado nacional do PS João Proença disse hoje que os socialistas não têm pressa em anunciar o seu cabeça de lista às eleições europeias de 25 de maio, rejeitando o repto social-democrata da véspera.
«O PS rapidamente [irá anunciar]. Compete ao secretário-geral anunciar o candidato às eleições. O PS não tem pressa. Há cinco anos, foi anunciado em março. Será anunciado de acordo com o 'timing' do PS, não de acordo com o 'timing' do PSD, nem da Comunicação Social», disse o socialista.

***«»***

Na falta de melhores argumentos, que espicaçassem os ânimos das desmoralizadas hostes laranja, o PSD transferiu a prioridade do anúncio dos cabeças de lista às eleições europeias para o campo da competição desportiva, como se a questão de ver quem chegava primeiro à meta fosse na realidade importante, num país assolado por uma devastadora crise e que ainda não conseguiu descortinar as melhorias que as lideranças do poder anunciam aos quatro ventos. Trata-se de um perverso discurso político, ornamentado de banalidades, que tem por objetivo esconder o lamaçal em que vivem os portugueses. E António José Seguro foi no jogo. Apresentou Francisco Assis com espalhafato, tentando fazer crer que está a fazer uma oposição coerente ao PSD. Não está!... Francisco Assis tem tomado posições públicas a favor de um entendimento do PS com o PSD, para a reforma do Estado e para o período pós-troika. É um bom padrinho para o casamento de dois partidos que defendem os mesmos objetivos.

Sem comentários: