quinta-feira, 9 de abril de 2015

Itália ultrapassa Portugal na rentabilidade anual da dívida


O retorno da dívida obrigacionista italiana a 52 semanas superou a rentabilidade da dívida obrigacionista portuguesa, que liderou na zona euro até final de março.

***«»***
Como se pode ver, o mercado das dívidas soberanas é um negócio chorudo para o capital financeiro, que, através, dele obtém um retorno com rentabilidades elevadas, que a economia real não possibilita. Por isso, se construiu um sistema económico-financeiro baseado na dívida rolante, em que, sucessivamente, os Estados contraem mais dívida para pagar as dívidas anteriores. Neste jogo especulativo ganham as grandes potências financeiras e os banqueiros.

Sem comentários: