domingo, 8 de março de 2015

Decapitações executadas por jihadistas do Estado Islâmico


Um verdadeiro horror! Um estado de demência e crueldade, que nos conduz ao absurdo, antes de nos agitar a repugnância e de nos levar à revolta. É o regresso à barbárie e a assumção da glorificação da Besta. Os vândalos, emergindo da escuridão das trevas, matam homens, como se matam os porcos, num espetáculo degradante, grotesco, sórdido e macabro, exibido intencionalmente, a fim de provocar o medo e espalhar o terror.
Não pode haver lugar neste mundo, para quem promove, apoia e executa estas monstruosidades.

1 comentário:

Ana Paula Horta disse...

Chocadíssima! Mais ainda: http://observador.pt/2015/02/05/secretas-infiltradas-e-integracao-de-arrependidos-nova-estrategia-anti-terrorista-de-portugal/