terça-feira, 18 de março de 2014

Não será a troika que virá a Portugal, mas será Portugal que irá à troika...


Ajustamento Passos e Merkel almoçam hoje em Berlim com pós-troika na ementa
O primeiro-ministro Pedro Passos Coelho encontra-se hoje com Angela Merkel, em Berlim, para discutir a melhor opção para a saída portuguesa do programa de assistência financeira. Depois da reunião com Seguro, o encontro com a chanceler alemã dá continuidade à contagem decrescente para a preparação do pós-troika.

***«»***
Se houvesse dúvidas de quem, na realidade, manda na política portuguesa, esta iniciativa de Passos Coelho dissipa-as. Ele vai simplesmente a despacho, a Berlim.
A escolha da designação e do método para o período pós-troika é supérfluo e enganador. A escolha apenas está a ser preparada para efeitos eleitoralistas. O essencial – mais austeridade – já está há muito definido. 
Não será a troika que virá a Portugal, mas será Portugal que irá à troika. ­­

2 comentários:

O Puma disse...

Ninguém tem dúvidas

a não ser ainda muitos
à boca das urnas

Alexandre de Castro disse...

Eu estou já estou habituado a ficar desiludido, quando chegam as notícias das urnas.