sábado, 2 de dezembro de 2017

Ideal monárquico está a seduzir simpatizantes do Bloco e do PCP - diz o Diário de Notícias


Ideal monárquico está a seduzir simpatizantes do Bloco e do PCP – diz o Diário de Notícias

O feriado de hoje traz uma novidade: há muitos militantes de esquerda dos principais partidos a frequentar as academias de formação monárquica e deputados que defendem a família real no protocolo de Estado.
...
Não é preciso investigar muito para confirmar que os ideais monárquicos sempre seduziram bastante os que em Portugal votam CDS, ligeiramente menos os do PSD e um pouco os do PS, mas o que surpreende é que atualmente militantes de esquerda se interessem pelos ideais monárquicos: do PCP e do Bloco de Esquerda, por exemplo.
João Céu e Silva
Diário de Notícias 
2017 12 01
***«»***

O jornalista João Céu e Silva não obedeceu ao princípio do contraditório, um princípio sagrado no jornalismo, e que consiste em recolher os depoimentos de todas as partes visadas pelos interlocutores entrevistados. A peça centra-se apenas em depoimentos de pessoas ligadas à Causa Monárquica, não tendo havido a preocupação de ouvir os tais militantes e simpatizantes comunistas e bloquistas, que frequentam as tais academias de formação monárquica, ou a opinião das respectivas direcções partidárias. Faltou, pois, a nível deontológico, a isenção necessária e obrigatória, que sustentasse a credibilidade da notícia, o que só envergonha o seu autor, assim como o próprio jornal.

Julgo que o PCP e o Bloco de Esquerda não irão deixar passar em claro esta aleivosia e este rasteiro e ignóbil estratagema.

Por outro lado, a extensão do texto, manifestamente exagerada para o seu relativo interesse mediático, e o seu tom, a resvalar, embora indirectamente, para um discurso apologético, levantam outras suspeitas, que prefiro não referir. E esta minha reserva mental surgiu, logo no início da leitura do texto, quando João Céu e Silva opina [trata-se de uma opinião pessoal, pois não é identificado nem referido nenhum interlocutor, e, numa reportagem, o jornalista não pode emitir nenhuma opinião nem quaisquer juízos de valor] o seguinte: "O que se passa com os ideais republicanos e o que ganham os defensores da monarquia com a descrença dos portugueses num sistema político democrático em que os escândalos surgem em catadupa no Portugal"...

A não ser que ignore a História, João Céu e Silva omitiu, na sua comparação entre os dois regimes, os grandes escândalos da monarquia, em que se destaca a questão dos Adiantamentos à Casa Real, o que, então, enfureceu os republicanos.
Alexandre de Castro
2017 12 01