segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Poema: Natal 2012 - de Olímpio Alegre Pinto

Salvador Dali - Tentação de Santo António

Natal 2012

A meu Filho

À minha Família
Aos meus Amigos
Aos meus Camaradas

A meus Amores

Combaterei!!!
E mesmo que me prostre a última exaustão...
Pedirei Forças à Alma de Deus
E levantar-me-ei!
E... ainda mais lutarei!!

Combaterei, sempre!!!
- Para que acabe o ódio!
- Para que não haja egoísmo!
- Para que findem as guerras!
- Para que não corra mais sangue!
- Para que todos sejamos Irmãos!

E, da Maldade... defender-me-ei!!

Combaterei, sempre!!!
- Para que as crianças não chorem!
- Para que as Mães não sofram!
- Para que os velhos não sintam a dor da fome...
E da solidão!

- Combaterei pela Terra...
- Pela nossa Casa...
- Pela Mãe Natureza!

E para que, um dia, longínquo, um Irmão possa, talvez, pensar:
- Não foi neutro, nem imparcial!
- Foi pela Vida, e pela Justiça!

Olímpio A. Alegre Pinto
Natal, 2012