domingo, 5 de agosto de 2012

Anotação do Tempo: Dissertação sobre o canto da Liberdade...


Dissertação sobre o canto da Liberdade…

É rasante o teu voo
quando desces das íngremes alturas
e mergulhas na desordem do universo dos homens,
na tua ânsia aflita de desatar os nós górdios
que amarram os nossos sonhos.
Nem a tua voz se cala,
nem a tua vontade esmorece
nem os teus olhos deixam de brilhar
quando a cegueira paralisa
aqueles que não querem acreditar
que a roda da História
não se imobiliza no tempo.
Para ti, a luta começa no exato momento
onde os outros a abandonaram,
por descrença ou por cansaço,
outros, até por traição,
e tu vais buscar o grito da La Pasionaria
(que é também o teu)
quando empunhas a espada demolidora
e desfraldas as bandeiras
que cantam a nossa liberdade.
É que tu também aprendeste a dizer não!...
Alexandre de Castro
Ourém, Julho de 2012
http://ponteeuropa.blogspot.pt/2012/07/momento-de-poesia_30.html