domingo, 20 de maio de 2012

E de novo me envolve a noite! - poema de Sónia Micaelo*


E de novo me envolveu a noite!

E de novo me envolveu a noite!
Este meu lado escuro...
Não adianta tateares na penumbra...
Sou apenas eu...aqui quieta
usando o silêncio ao invés da palavra.
Sumi com a última luz do dia.
Às vezes também me escondo
Pinto de preto a minha ousadia.
Em resguardo...esvaneço...
Mas nem por isso te esqueço,
sossega...
Todo o inicio tem um fim...
a noite sempre termina
e o sol quando nasce a tudo chega...
a tudo e a todos ilumina...
...até a mim!
Sónia Micaelo

* Poema inédito, oferecido pela autora ao Alpendre da Lua.

6 comentários:

Maria disse...

Lindo, como sempre. Um bem haja Alexandre e aqui deixo um grande beijo à Sónia Micaelo neste dia especial.

Maria José Meireles disse...

Lindo!...

Maria José Meireles disse...

Lindo!...

Sónia M. disse...

Obrigada ao Alexandre e às duas Marias...

Deixo um beijo
Sónia

olimpio pinto disse...

Belo coração
Quente, dolente
Luz de Sol nascente!

Alexandre de Castro disse...

Um poema que não se perde na memória dos dias, porque tem imagens incisivas e dolorosas, para quem o escreveu daquele lado escuro - a noite.