segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Anotação do Tempo: Procurei-te por todo o lado...

Procurei-te por todo o lado...

Procurei-te por todo o lado
pelo Universo inteiro
e não te encontrei
a ausência é dura e áspera
e já dói
como se fosse uma ferida
eu é que ainda não sabia
que já me fazias falta.

Alexandre de Castro
http://ponteeuropa.blogspot.com/2012/02/momento-de-poesia.html

1 comentário:

Alexandre de Castro disse...

Comentário retirado do Facebook:

Vânia Cairo: Uma atmosfera de saudade envolve o poema , embora o objeto amado ainda desconhecido provoque um toque suave de lamento do sujeito poético !!! O sentir sem concretização. Com simples palavras, meu poeta, tu falas de amor com profundidade...Bjos