segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

A última melodia - por Olímpio Pinto


A última melodia

Só quando tiver sido dita a última mentira,
Só quando tiver sido representada a última hipocrisia,
Só quando tiver sido terminada a última falsidade;

Só quando tiver sido alcançada a última nobreza;

Só então,
Será possível viver
A última nota,
Da última corda,
Do último violino,
Da última melodia.
Olímpio Pinto

4 comentários:

Sónia M. disse...

Haverá sempre mais uma mentira, representada com a mesma hipocrisia,
neste grande teatro, em que a falsa sociedade habita.
Mas também haverá sempre mais uma nota...mais uma melodia...sendo essa a nossa unica nobreza!

olimpio pinto disse...

Há sempre esperança!...
E a penúltima nota
Da mais doce melodia
É cumprir a utopia
De um Sonho de criança.

Beleza no Olhar...
Calor no Coração...

-É nobreza sem senão!

Maria José Meireles disse...

Lindo, este poema (comentário). Parabéns!...

Maria José Meireles disse...

Lindo este poema (comentário). Parabéns!...