quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Anotação do Tempo: Dissertação sobre a maldade dos abutres...



Dissertação sobre a maldade dos abutres…

Quando tinha sete anos, em letra escolar,
bonita e arredondada, escrevi num caderno de duas linhas:
“Os abutres vão comer a árvore. Os abutres
são uns animais maus e eu tenho pena
daquela árvore, que já não tem folhas”.
Passados uns anos compreendi que, afinal,
os abutres, meio adormecidos, apenas poisavam
na árvore para aguardarem o momento exacto
em que deveriam lançar-se vorazmente
sobre a carcaça do animal, que no chão estava a morrer.
Hoje, subi mais um degrau na escada do pensamento,
e conclui que os abutres querem alimentar-se
da Humanidade inteira
e que não se importam com o futuro das árvores.
Continuo a pensar que os abutres são uns animais maus!...

Alexandre de Castro

S. Martinho do Porto, Agosto de 2009