quinta-feira, 15 de julho de 2010

Anotação do Tempo: Ode à liberdade...

Ode à liberdade…

À
Aung San Suu Kyi
activista birmanesa

As flores também nascem
no deserto
brancas, vermelhas,
a sangrar
como o teu coração
na prisão onde te encontras
e todas as recusas são legítimas
quando se ama a liberdade.

Alexandre de Castro

Sem comentários: