quinta-feira, 1 de julho de 2010

Anotação do Tempo: Ateneia...


Ateneia…

O teu nome tem a ressonância
antiga do sagrado
pronuncio-o no silêncio da noite
como numa oração
sobre um altar de pedra,
olhando a catedral do céu
e não me lembro
se a reverberação da minha voz
emocionada
libertou o sonho que me atormenta
ou aumentou a dor que me dilacera.

Alexandre de Castro

Sem comentários: