quarta-feira, 16 de junho de 2010

Anotação do Tempo: Dissertação sobre o trânsito da noite...


Dissertação sobre o trânsito da noite…

Quando chegaste à avenida
com os cabelos oxigenados
de meias pretas, saltos altos e saia curta
ainda cheiravas a sal
e não me disseste que a porta do teu prédio
era de ferro
e que o estendal da roupa
dava para a rua
nem que as mulheres que lá habitam
mostram a boca desdentada
quando ralham, aos gritos, com os seus filhos
só me disseste que tudo se dissolvia na tua boca
e que deixaste de vender peixe no mercado
porque não gostavas de cheirar a maresia.

Alexandre de Castro