segunda-feira, 24 de maio de 2010

Anotação do Tempo: Dissertação para enganar os espelhos...


Dissertação para enganar os espelhos...

Já nada me impressiona o olhar
talvez seja do espelho embaciado
onde recolho o rosto todas a manhãs
a casa ficou abandonada
e o sol deixou de a aquecer
e foste tu a trancar as janelas
eu apenas fechei a porta
confunde-me a sombra que ficou à deriva
depois da tua partida
sobram as noites
visitadas pela lua
e os lençóis ainda são os mesmos
há essências que não te devolvo…

Alexandre de Castro

Sem comentários: