sexta-feira, 16 de julho de 2010

Anotação do Tempo: Dissertação sobre o Santo Ofício

Execução de condenados pela Inquisição, no
Terreiro do Paço, em Lisboa (séc. XVIII)

Dissertação sobre o Santo Ofício

Nenhuma imagem é perfeita
nenhuma imagem envelhece o tempo
se não for purificada pelo fogo,
Roma ficou a arder
ao longo de dias e de noites
para que Nero se masturbasse
ao som da lira
também os severos inquisidores
e os tentaculares poderes seculares
ergueram os patíbulos do Santo Ofício
na praça pública, para gáudio da populaça,
e purificaram hereges, cristãos-novos e ateus,
com o incenso dos fumos da palha seca
para iluminar os longos braços de Deus.

Alexandre de Castro